A manutenção preventiva para cuidar da magrela, mesmo que seja nova, nunca são demais e alguns aspectos, o ciclista tem que levar em conta para depois não ficar com dor de cabeça. Se você usa a bike com bastante frequência, faça revisões periódicas.

Pintura

Ter a sua identidade visual da bicicleta preservada é importante pelo aspecto da segurança por auxiliar na identificação dos motoristas de carros e motos que circulam juntos pelas ruas, além do sentido estético da bicicleta. A dica vai para o retoque danos na pintura imediatamente para prevenir corrosão. Se você não encontrar uma tinta na cor que combine, use um esmalte de unhas com uma cor próxima ou uma base transparente.

Freios

Semanalmente, verifique se as sapatas de freio têm algo preso na sua superfície que poderão desgastar prematuramente os aros (pedaços de alumínio, grãos de areia). Retire-os com uma faca ou objeto pontiagudo. Bikes novas costumam ter uma garantia de loja para uma regulagem da transmissão e dos freios (estes componentes costumam desregular nas bikes novas nos primeiros dias). Use este check-up gratuito, pois é importante para garantir um funcionamento adequado e a durabilidade dos componentes.

Estacionamento

Encoste ou estacione a bike de forma que o quadro fique tocando na parede, rack ou suporte. Os tubos da bike têm paredes finas e poderão amassar ou danificar a pintura. Se tiver que encostar a bike, apoie pelo selim e guidão. A maioria dos suportes segura a bike pelas rodas.

Se você tiver que estacionar a bike ou até mesmo deixá-la no chão, tente deixar o lado direito para cima, a fim de proteger a transmissão, principalmente o câmbio traseiro, que pode acabar danificado, fazendo as marchas “pularem”. Ao mesmo tempo, se sua bike tem freios a disco, cuide para não encostar o rotor (disco) em nada, de forma a não o entortar.

Comente