Na última terça-feira (25), em reunião convocada pela Arteris Auto Pista Litoral e Polícia Rodoviária Federal, foi colocando em pauta a “Abertura do acostamento para a terceira faixa de rolamento de veículos”. Estiveram presentes na reunião: Arteris (Gerente de Operações e Coordenador de Projetos), Autopista Litoral Sul (Supervisor de Controle Operacional, Coordenador de Operações e Ferente de Operações), Polícia Federal e Rodoviária de Itajaí, além disso foram enviados representantes de entidades ligadas a sociedade civil, em especial do ciclismo, como, por exemplo, Federação Catarinense de Ciclismo (FCC), Pedala Joinville, SB5 Eventos, Academia CPH e Associação de Ciclismo de Balneário Camboriú e Camboriú (ACBC).

A Policial Federal explicou que há 12 anos não existe autorização para plano de expansão e estruturação rodoviária, a cada cinco anos existe uma revisão de projetos e planos de estruturação por parte da Arteris para complementar o que não foi previsto no contrato firmado no passado, a revisão do quinquênio visa atualizar a rodovia com novas obras para comportar o fluxo. No entanto não há autorização pela complementação, investimento e aumento de tarifa para as obras.

Os representantes dos ciclistas solicitaram sobre o tempo de implantação, não souberam responder pois depende da agencia reguladora das rodovias autorizar o projeto. Sendo assim o trajeto compreendido entre Navegantes e Balneário Camboriú até o início do morro do boi, não existira acostamento, será aberto para o tráfego de veículos leves. Desta forma os ciclistas que optarem por pedalar na rodovia, deverão estar ao bordo da pista, onde é de direito do pedestre e ciclista permanecer onde não houver acostamento ou ciclovias em rodovias.

Comente