Roteiros

Sábado é dia de “descobrir” o Jacaré

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Evento vai inaugurar a sinalização do Roteiro de Cicloturismo do Jacaré, no interior do município de Camboriú, no Litoral Norte de SC

As últimas placas foram colocadas nesta semana/ Foto ACBC

O “Roteiro do Jacaré”, uma das mais simpáticas rotas de cicloturismo do Litoral Norte de Santa Catarina vai ganhar oficialmente nome e sinalização em seu percurso. E para marcar esse momento histórico, a Associação de Ciclismo de Balneário Camboriú e Camboriú (ACBC) e o centro comercial Villa Do Loy vão realizar no próximo sábado, dia 9, a partir das 9 horas, o passeio ciclístico “Descobrindo o Jacaré”. A largada e chegada vão acontecer na Praça Expedicionários, no centro de Camboriú. Os ciclistas vão percorrer os 35 quilômetros de um dos mais concorridos roteiros da região. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas, até o dia 8, no site da ACBC – Evento “Descobrindo o Jacaré”.

Quem se inscrever ainda participa do sorteio de uma bicicleta mountain bike, e de outros prêmios. No retorno, os ciclistas ainda poderão desfrutar de toda a infraestrutura da praça de alimentação da Villa Do Loy, que fica junto ao local de largada e término.

Descoberto, por acaso, há mais ou menos três anos o Roteiro do Jacaré ganhou esse nome porque ao verificar em um aplicativo de estrada, o ciclista Sid Bachmann constatou que o trajeto era exatamente o formato de um jacaré. A partir daí, o roteiro pelo interior de Camboriú ficou conhecido entre os ciclistas de mountain bike da região, e hoje é um dos mais disputados. “É um roteiro tranquilo, sem muitas subidas, perfeito para quem gosta de pedalar em contato com a natureza”, afirma Sandra Bazan, integrante da ACBC e acostumada a encarar o Jacaré.

A partir de sábado, o roteiro ganha o reforço da sinalização turística. Para Henrique da Silva Wendhausen, presidente da ACBC, o percurso só não é mais usado porque tem pouca divulgação. Com a sinalização, ele acredita que um número bem maior de ciclistas vai passar a usar o Roteiro do Jacaré. “Por iniciativa exclusiva da ACBC, estamos colocando, num primeiro momento, 35 placas, uma a cada 1 km, a fim de orientar melhor os ciclistas”, explica o presidente. O objetivo, segundo Wendhausen, é atrair ciclistas sem muita experiência em roteiros mais agrestes e aqueles turistas que trazem suas bicicletas para as férias de verão e ficam à procura de rotas alternativas pela região. “A tendência é o roteiro se tornar ainda mais visitado”, acrescenta o presidente.

O roteiro

Pedalar pelos 35 quilômetros do Roteiro do Jacaré é conhecer um pouco da história rural de Camboriú, como a área conhecida como Arrozal, onde se encontram quadras de arroz irrigado, principalmente nesta época do ano. Há, ainda, as localidades chamadas de Cerro e Palha, além da estrada Geral do Braço. O trajeto é praticamente todo em estrada de chão. Experiente ciclista, Carlos Beppler, classifica o Roteiro do Jacaré como de dificuldade moderada. “Evidente que a pessoa não pode simplesmente pegar uma bike e sair pedalando, é preciso todo um preparo tanto físico quanto de equipamentos. A sinalização turística vai ajudar a orientar melhor o roteiro”, finaliza Beppler.

Clique aqui para conhecer o Roteiro do Jacaré

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *