#vádeBike Giro da Notícia Roteiros

Cicloturismo: Rota pelo Oeste Catarinense

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Programando uma cicloviagem para pós pandemia? Então vai a dica do DbikeSC para o Circuito do Cicloturismo Velho Oeste em Santa Catarina. O ciclista que optar pelo circuito vai contemplar as belezas paisagens como, por exemplo, cachoeiras cristalinas e refrescante, aliado com a hospitalidade interiorana e atividades relaxantes como Yoga, dança circular, sabonete de lavanda, ginseng e plantas medicinais. Além de degustar deliciosas bebidas produzidas artesanalmente como chás, vinhos e cervejas ao longo dos 300 quilometro de estrada de chão e asfalto.

O trajeto percorre 16 municípios no extremo oeste catarinense, o circuito está sobre a responsabilidade da Associação dos Municípios do Entre Rios (AMERIOS), que concentra 110 mil habitantes. O ciclioturista interessado em ficar hospedado ao longo do roteiro, vai notar a hospitalidade e o calor humano característicos do oeste catarinense e a cada 70 quilômetros, em média, hotéis e pousadas já estarão esperando pelos viajantes.

Qual são os atrativos que os ciclistas podem encontrar ao longo do percurso? A rota Caminhos Aromas é uma das procuradas rotas por trabalhar com o turismo holístico que busca o equilibrar na parte da saúde. Práticas integrativas são tratamentos que utilizam recursos terapêuticos baseados em conhecimentos tradicionais, voltados para prevenir diversas doenças como depressão e hipertensão.

Cicloturismo no Oeste – Morro das Antenas em Cunha Porã
Crédito da Foto: Rodolfo Espínola/Agência AL

Caminhos Aromas apresenta uma parte cultural importante da região para os turistas: plantas medicinais e chás. O turista vai pode conhecer e se aprofundar no cultivo de plantas medicinais e na produção de chá que são tradição nas cidades da AMERIOS. Além disso, desde o ano de 2006, quando o Ministério da Saúde lançou a Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos e a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares inseriu estas terapias dentro do Sistema Único de Saúde (SUS), houve crescimento na área das plantas medicinais, tanto no cultivo como na buscar pelo tratamento alternativo.

Então quando planejar sua cicloviagem, anote as cidades que fazem parte da AMERIOS: Bom Jesus do Oeste, Caibi, Campo Erê, Cunha Porã, Cunhataí, Flor do Sertão, Iraceminha, Maravilha, Modelo, Palmitos, Riqueza, Romelândia, Saltinho, Santa Terezinha do Progresso, São Miguel da Boa Vista, Saudades e Tigrinhos. Escolha algumas dessas cidades para se hospedar e coloque o pé, ou melhor, a bike na estrada, mas sempre lembrando depois que a pandemia da COVID-19 quando estive controlada.

Comentários