#vádeBike Dicas Manchetes secundárias Oficina DBike

Manutenção: Como cuida das correias da bike

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A revisão atualizada na engrenagem da bicicleta é extrema importância para evitar problemas no futuro. Pedal, quadro, banco, rodas ou correias são algumas componentes da bike que se desgastam durante do passar do tempo e o ciclista sempre bom ficar de olho. Então o DbikeSC, trouxe cinco orientações sobre a manutenção das correias para o ciclista sair para aquela pedalada sem ter dor de cabeça

Por que lubrificar a corrente?

Aumentar a durabilidade: O atrito dos pinos com os dentes das engrenagens faz com que estes se deformem. Para piorar, quanto mais alongada a corrente, mais ela irá desgastar essas engrenagens, que são componentes mais caros. Por isso, que é importante trocar a corrente quando ela já estiver num ponto de alongamento em que comprometa as engrenagens.

Melhorar o funcionamento: Uma corrente alongada terá menos precisão nas passagens de marcha por ter um encaixe menos preciso com os dentes destas e para piorar, a falta de lubrificação pode roubar energia da pedalada.

Qual lubrificante usar e qual não usar?

Podemos dizer que você deve usar lubrificantes feitos especialmente para correntes de bicicletas, pois eles tem as características corretas para manter-se por mais tempo na corrente e não atrair sujeira. Óleos desingripantes como o WD-40 em sua forma tradicional e também óleos de máquina e motor não devem ser usados para lubrificar a corrente da bicicleta.

Como aplicar o lubrificante na corrente corretamente?

Limpe a corrente: Remova a sujeira e o lubrificante anterior da corrente antes de uma nova aplicação. Dependendo do estado da corrente, você pode usar somente um pano limpo ou talvez precise usar desengraxante, mas lembre-se que se usar desengraxante, é preciso lavar a corrente com água e sabão em seguida.

Aplique o lubrificante: Com a corrente seca, foque nos roletes ou links da corrente. Alguns lubrificantes vão pedir que você coloque uma gota em cima de cada link, outros, no caso da cera, que você forme um “filme” entre eles pra garantir a penetração do lubrificante dentro do rolete. Como regra geral, pingue uma gota de lubrificante em cada elo. Não há a necessidade de lubrificar as placas internas e externas da corrente.

Com qual frequência devo lubrificar a corrente?

Quanto dura uma lubrificação é uma questão com muitos fatores envolvidos. A maioria dos lubrificantes fala de 100 a 150 km. Entretanto, há situações de muita poeira em que após 40km a corrente parece estar completamente seca. Portanto fique atento a alguns fatores.

Quando usamos um lubrificante resistente à chuva, temos que avaliar que tipo de chuva é essa, um chuvisco na cidade é diferente de uma chuva torrencial com lama que dura três horas de pedal.

Correntes de bicicleta enferrujadas, o que fazer?

Não guarde a bicicleta molhada: Após um pedal chuvoso ou lavagem, se deixar a bike secando no ambiente não for suficiente, enxugue com um pano limpo a bike e a relação antes de guardá-la. Veja também outras dicas para deixar a bike guardada.

Mantenha a corrente sempre lubrificada: Lubrificantes no geral são capazes de proteger a corrente contra a oxidação, todavia lubrificantes do tipo úmido são super eficientes para proteger a corrente contra alta umidade atmosférica, como acontece em cidades litorâneas, por exemplo.

Comentários