DBike - Revista catarinense de cicilismo | Santa Catarina, 23 de maio de 2024 | Quem somos | Contato

Mais de duzentos ciclistas no passeio inaugural do Jacaré

O passeio em estradas de terra em uma região rural de Camboriú

O que já era bom ficou melhor ainda. No último sábado, dia 9, o Roteiro do Jacaré ganhou uma sinalização turística, que vai orientar os ciclistas nos 35 quilômetros do trajeto. Mais de 200 ciclistas participaram do momento histórico. Essa é a primeira rota oficial de cicloturismo na cidade de Camboriú, que tem um topografia própria para a prática do ciclismo. A região é frequentada por centenas de “bikeiros”, porém, não havia uma roteiro sinalizado. “Vai facilitar bastante, principalmente para os ciclistas que vem de outras regiões e até outros estados e querem se aventurar por trilhas de interior”, afirma Henrique da Silva Wendheusen, presidente da Associação de Ciclismo de Balneário Camboriú e Camboriú, entidade responsável por estabelecer a Rota do Jacaré.

“Por iniciativa exclusiva da ACBC, estamos colocando, num primeiro momento, 35 placas, uma a cada 1 km, a fim de orientar melhor os ciclistas”, explica o presidente. O objetivo, segundo ele, é atrair ciclistas sem muita experiência em roteiros mais agrestes. “A tendência é o roteiro se tornar ainda mais visitado”, acrescenta o presidente. Henrique aproveitou para agradecer a todos que participaram do primeiro “pedal” oficial do Roteiro do Jacaré. “O tempo ajudou e tudo correu dentro do esperado. Também quero agradecer todas as empresas que apoiaram essa iniciativa”, afirmou.

O evento inaugural teve largada do centro comercial Vila Do Loy, que passa a ser o ponto de referência – saída e chegada – da Rota do Jacaré. O sol e o calor “castigaram” os ciclistas, porém, compartilhar esse momento foi realmente gratificante. Após o “pedal”, a ACBC e a Vila Do Loy sortearam diversos brindes entre os participantes. O prêmio principal, uma bicicleta, foi ganho por Maurício Martins.

O trajeto

Descoberto, por acaso, há mais ou menos três anos o Roteiro do Jacaré ganhou esse nome porque ao verificar em um aplicativo de estrada, o ciclista Sid Bachmann constatou que o trajeto era exatamente o formato de um jacaré. A partir daí, o percurso pelo interior de Camboriú ficou conhecido entre os ciclistas de mountain bike da região, e hoje é um dos mais disputados. “É um roteiro tranquilo, sem muitas subidas, perfeito para quem gosta de pedalar em contato com a natureza”, afirma Sandra Bazan, integrante da ACBC e acostumada a encarar o Jacaré.

Confira fotos do Pedal em nosso face:

https://www.facebook.com/dbikesc/

Similar Posts

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.