DBike - Revista catarinense de cicilismo | Santa Catarina, 18 de maio de 2024 | Quem somos | Contato

Bicicleta reciclável

O ano de 2018 não foi nada animador para o clima e o meio-ambiente mundial. Devido ao crescimento novamente registrado na emissão de Dióxido de Carbono (CO2), um dos principais gases responsável pelo desequilíbrio ambiental. Segundo pesquisa realizada pela Global Carbon Project, a emissão de CO2 para a atmosfera houve aumento de 2,7% tendo sido liberado 37,1 gigatoneladas.

Visando as próximas gerações com foco ambiental, o artista plástico uruguaio Juan Muzzi constrói partes de bicicletas se utilizando de plásticos reciclados. Além de ecológica, ela traz vários benefícios para o ciclista. “Uma vez eu peguei um fragmento de osso e pensei que parece um cilindro de uma bicicleta e daí foram 12 anos de estudo para encontrar a forma de uma bicicleta sustentável”, explica o artista.

Quando começou a pesquisar e a estudar a área da reciclagem, o artista passou por alguns problemas devido à falta de equipamento, recurso financeiro escasso, o projeto das bikes reciclável ficou suspenso. “Durante período de testes, eu descobri 20 maneiras que produzir bicicletas que não funciona até encontrar a certeira”, comenta Muzzi. Atualmente são produzidos apenas os quadros da bicicleta de material reciclagem porque o material vem do mercado brasileiro e a empresa não tem condições de trazer os insumos em grande quantidade.

O engenheiro mecânico Mirko Monchini, estava navegando pela internet a procura alguma bicicleta de algumas características como, por exemplo, tivesse durabilidade prolonga e não sofre com a maresia. “Achei interessante à proposta dele porque eu viajo bastante, além disso, um preço bom para o que ela oferece”, explica o engenheiro.

Através do site: www.muzzicycles.com.br, pode ver a bicicleta que mais se adéqua ao ciclista.

Similar Posts

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.