DBike - Revista catarinense de cicilismo | Santa Catarina, 17 de maio de 2024 | Quem somos | Contato

Ciclofaixa continua com falhas a mostra

No dia 13 de Fevereiro, a equipe do DbikeSC andou pela extensão da Ciclo Faixa da Terceira Avenida em Balneário Camboriú. Pode ser constatada a falta de manutenção como buracos no asfalto, a falta de pintura, os canteiros quebrados e a ondulações pelo percurso, principalmente no trecho entre as Ruas 1500 e 2000. Devido ao grande fluxo de trabalhadores, estudantes, adolescentes e idosos que utilizam a ciclo faixa para a locomoção, a falta da infraestrutura no local pode gerar graves acidentes aos ciclistas.

Na tarde desta quarta-feira (20/3), cerca de cinco semanas depois da primeira reportagem, a equipe do DbikeSC refez a caminhada por toda a extensão do ciclo faixa da Terceira Avenida. Ao longo da avaliação, pode ser notado que as imperfeições continuam sem nenhum reparo como, por exemplo, a pintura descascada e os buracos na pista.

O estudante Antônio da Silva utiliza a ciclo faixa por morar na região da Terceira Avenida, vem à situação como descaso da Prefeitura. “Eu passo aqui com frequência e vejo total descaso por parte do poder público”, comenta Antônio. engenheiro agrônomo Irceu Agostini, por hábito caminha perto da ciclo faixa, tem a sensação de abandono na ciclofaixa: “Parece está tudo meio remendando”, comenta Irceu.

Segundo o engenheiro Carlos Santi, Diretor de Trânsito do Fundo Municipal de Trânsito (Fumtran), a ciclofaixa da Terceira Avenida está dentro do cronograma da secretária de obras. “A programação de manutenção cicloviária pelo que nos foi informado está prevista para daqui duas semanas, com a conclusão da mão inglesa sob a Rodovia BR 101”, relata Santi. Além disso, outro ponto elevando pelo engenheiro é a interligação cicloviária com o Bairro Vila Real, a implantação dos canteiros separadores na Rua 3100 e na Terceira Avenida, entre as Ruas 3100 e Avenida Central, finalizando a implantação do trecho novo e refazendo todas as manutenções do trecho já existente.

Similar Posts

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.