DBike - Revista catarinense de cicilismo | Santa Catarina, 18 de maio de 2024 | Quem somos | Contato

Pedaletes do Litoral, Grupo Feminino na Baixada Santista

Os grupos de pedal feminino surgem a cada instante por todos os recantos brasileiros. Bem pertinho da sua casa você já viu ou em breve verá passar uma comitiva cor-de-rosa sobre rodas. Os grupos de pedal estimulam as mulheres a conquistarem liberdade e autonomia. Além disso, os grupos aumentam sensivelmente a segurança delas na hora de encarar os percursos de bicicleta na cidade ou no interior.

Na região da Baixada Santista, no estado de São Paulo, não ficou fora esta nova tendência dos grupos feminino de ciclistas amadores. Em 2016, o número de mulheres já era muito grande, mas não havia uma organização oficial e nem alguém que o liderasse. Visando está situação, a ciclista Alexandra Domingues tomou a frente e surgiu a ideia de uma logomarca e o uniforme para as Pedaletes do Litoral assim passou a ter sua própria identidade. Desde então o grupo cresceu, tornou-se muito unido e conhecido em toda região pelos pedais sociais e temáticos que realiza sempre regado de muita alegria e disposição. “O grupo Pedaletes do Litoral há cerca de 120 mulheres cadastradas, um número que vem aumentando cada dia mais com novas adesões do gênero no ciclismo. O grupo pode ser encontrado nas redes sociais: Facebook, Messenger e Whatsapp onde são divulgados os pedais”, comenta Alexandra.

“Não existem mensalidades no grupo,

contamos com alguns voluntários na organização,

tendo condução dos pedais semanais”.

Dentro a estrutura organizacional, o grupo conta com as Pedaletes Bike Trip que são três ciclistas que estão no cargo de organização das cicloviagens ao longo do ano. Além de Alexandra, as ciclistas Josane Carreira e Mônica Trancoso estão responsáveis pelas cicloviagens e cicloturismo. As viagens são divulgadas, através do redes sociais oficiais das Pedaletas, onde os homens também participam dos eventos.

Segundo a ciclista Josane Carreira, a viagem mais especial foi para litoral sul da baixada santista em maio de 2016, onde percorreram 180 km em quatro dias. Nesta evento foi um marco para as Pedaletes porque foi a primeira cicloviagem onde só reuniu mulheres. A viagem obteve repercussão muito boa que saiu na Revista Bicicleta na edição de junho de 2016 com a matéria “15 mulheres e um destino” porque reuniu 15 ciclistas amadoras para esta aventura. “Foi uma viagem incrível e para a grande maioria, uma emoção pela primeira cicloviagem carregando suas bagagens em alforges, percorrendo longa distância, sem carro de apoio e buscando a autossuficiência”, comenta Josane.

Pedaletes do Litoral e os Homeletes na Serra do Rio do Rastro

As Pedaletes do Litoral já percorreram os circuitos e vales das terras catarinenses, como por exemplo, o Vale Europeu e a Costa Verde e Mar. No entanto, o circuito do sonho foi realizado no último feriado da Proclamação da República era a Serra do Rio do Rastro. “Após tantos pedidos as Pedaletes Bike Trip, organizaram esta cicloviagem no no último feriado de novembro. Ficamos hospedados em Urubici.  Foram 30 ciclistas (de idades entre 26 à 71 anos) repletos de imensa expectativa para conhecer a tão famosa Serra do Rio do Rastro”. comenta Josane. Nesta viagem foram as tradicionais Pedaletes da baixada santista e veio outras ciclistas de outros grupos, além dos Homeletes como são chamados a ala masculina do grupo.

O grupo inteiro ficou na expectativa para conhecer a região do Rio do Rastro no feriado e aliado ao clima com o céu limpo, clima agradável e visibilidade perfeita para o passeio. “A espera foi válida, a emoção foi geral, descidas alucinantes, curvas extremamente fechadas, uma vista fantástica a todo o momento se via a expressão de felicidade estampada nos rosto de cada um de nós, o sentimento de satisfação pelo pedal concluído do início ao fim”, descreve Josane.

Depois a etapa concluída, a ciclista Josane traz a seguinte reflexão: “Assim partimos de Santa Catarina, trazendo conosco centenas de fotos e vídeos, mas principalmente transformação pessoal e voltamos mais confiantes, emocionados pela superação do desafio, felizes por estar tão próximo de uma obra divina”.

Similar Posts

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.