DBike - Revista catarinense de cicilismo | Santa Catarina, 18 de maio de 2024 | Quem somos | Contato

250 ciclistas se reúnem para o Pedal Terral

O domingo (19), Dia Internacional do Ciclista, estava perfeito para um pedal. Muito sol e temperatura agradável contribuíram para o sucesso de mais uma edição do Pedal Terral, que teve largada do Espaço Terral, em Gaspar (SC), no Vale do Itajaí. Segundo a organização do passeio, para essa segunda etapa de 2018, 250 ciclistas, de 15 cidades da região, se inscreveram para os percursos de 20km e 40km. Destaque para os municípios de Gaspar, Blumenau, Luís Alves e Itajaí, que preencheram a maioria das vagas. Os ciclistas percorreram estradas de terra pelo interior das cidades de Gaspar, Ilhota e Itajaí, no roteiro turístico conhecido como Costa Verde&Mar.

Para o técnico de som e fotografo, Yuri Goossens, 34 anos, o trajeto estava bastante acessível a todos os níveis de ciclistas – iniciantes ou aqueles mais rodados. “Tranquilo para fazer o percurso com qualquer tipo de bike, trajeto bem sossegado. Deu para encarar até quem, como eu, estava sem praticar há um mês”, comentou Yuri. Já a pedagoga Fabiane Nascimento Silva, 35 anos, faz parte do grupo de ciclismo “Trilha do Sol MTB”, de Itajaí. Ela destacou a organização do Terral. “Foi ótimo, bem tranquilo, organização nota 10. Na edição passada fiz 40km e agora resolvi fazer 20 km, em ambos os percursos estive sempre com boa disposição”, contou Fabiane.

Participando pela sexta vez do Terral, Márcia Raquel Botega Bär, da cidade de Balneário Camboriú, só tem elogios ao evento. “Gosto de participar deste pedal em especial pelo nível de organização. Todo o trajeto é muito bem sinalizado, ficando fácil de fazer o percurso. Como sou da turma dos mais lentos, isso faz muita diferença”, observou. Márcia também não poupou elogios à equipe de apoio. “São sempre muito atenciosos”, resumiu. De Itajaí, a ciclista Lúcia Mara Zaluski participou novamente do Terral porque gostou muito da primeira edição deste ano. “O Terral é muito bem organizado, sinalizado e a comida servida no restaurante é feita com carinho”, acentuou.

Vandinei Schmitt, organizador do Terral, comemorou a décima primeira edição do Terral e todas elas com muito sol. “Acho que vou mudar o nome para Pedal Terral do Sol”, brincou. Ele agradeceu a todos os ciclistas que prestigiaram mais essa etapa do Terral, além dos patrocinadores que confiaram no sucesso do evento que está no seu terceiro ano consecutivo. Em 2018, o Pedal Terral terá ainda mais um encontro, previsto para o começo de novembro. A data, segundo Vandinei, ainda será confirmada. Neste ano, o Pedal Terral foi dividido em três roteiros que abordam pontos turísticos da região de Gaspar e adjacências, contemplando paisagens de interior em meio ao verde da natureza. Confira mais fotos em nosso facebook dbikesc.

 

Similar Posts

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.