DBike - Revista catarinense de cicilismo | Santa Catarina, 18 de maio de 2024 | Quem somos | Contato

Ciclovia, ciclofaixa ou ciclorrota?

A popularização do uso de bicicletas como meio de transporte nas cidades levou à implantação de tipos de vias próprias à circulação de quem pedala. No Brasil, a ciclovia e a ciclofaixa estão previstas no Código Brasileiro de Trânsito (CBT) como estruturas exclusivas para bicicletas. O Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento do Brasil (ITDP) trouxe as definições e situações recomendadas para a implantação das ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas no Guia do Cicloinclusivo, produzido no ano de 2017.
Ciclovia
Separada da via de circulação de veículos motorizados e dos pedestres, sendo que esta separação pode ser feita com espaços verdes, canteiros, grades e muros, ou mesmo com o meio-fio.
A ciclovia é indicada para avenidas e vias expressas, com velocidade de 50 km/h ou mais, pois protege o ciclista do tráfego rápido e intenso. A separação é também importante para a proteção contra acidentes provocados pela abertura de portas de veículos.
Ciclofaixa
Faixa pintada no chão, sem separação do restante dos veículos que circulam na via. A sinalização delas pode ser feita com tachões, popularmente conhecidos como”tartarugas” ou “olhos de gato” afixados ao chão. Embora não haja um bloqueio físico, o que faz ela ser segura é a não permissão de circulação de carros e ônibus.
A ciclofaixa é para quando o fluxo e/ou velocidade dos automóveis oferecerem riscos moderados ou limitações à circulação do ciclista. O ideal é ela funcionar em vias com limite de até 40 km/h.
Ciclorrota
A ciclorrota é um caminho para ciclistas sinalizado ou não. Não há qualquer proteção para quem pedala. Quando há sinalização, ela é feita com um ícone de uma bicicleta branca pintada no asfalto. Esses caminhos são normalmente por vias com menor tráfego de veículos. Nas vias com baixo fluxo e velocidade de no máximo 30 km/h, bicicletas e automóveis podem compartilhar o espaço, mas a sinalização no asfalto é recomendação indispensável para a segurança de ciclistas e motoristas.

Similar Posts

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.